HOME  
não espere o dia seguinte para se informar.
Tera-feira, 2 de Setembro de 2014     14:22


  
 
MEDIA CENTER

 VÍDEOS
 ÁUDIOS
 FOTOS
 

Home | Poltica
19/12/2012 - ELEIES 2012
  Justia cassa mandatos de Sargento Juliano e Arajo
  Por: Gislayne Jacinto  (gislayne@abcdmaior.com.br)

 
Respaldo popular: Grana  diplomado e sai em defesa de Juliano e Araujo
Respaldo popular: Grana diplomado e sai em defesa de Juliano e Araujo
 
fotos relacionadas
Sargento Juliano, mais votado da cidade, tem registro de candidatura indeferido e prejudica companheiro de bancada; diplomao negada


A Justiça Eleitoral suspendeu a diplomação dos vereadores Sargento Geraldo Juliano e José de Araujo, ambos do PMDB, nesta quarta-feira (19/12), devido a uma decisão do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que determinou a anulação dos votos de Juliano, o que provocou uma mudança no quociente eleitoral da cidade.  Nesta quarta, foram diplomados apenas 19 vereadores, além do prefeito eleito Carlos Grana (PT) e de sua vice, Oswana Fameli (PRP).

Com a cassação do registro de Juliano, com base na lei da Ficha Limpa, o PMDB deixou de ter duas cadeiras no Legislativo e as vagas, a princípio, passam a ser do petista primeiro suplente Alemão Duarte e do tucano Marcelo Chehade. A Justiça Eleitoral já mandou um fax para o vereador do PSDB solicitando as documentações para que seja diplomado. O petista também foi notificado.

O presidente da Câmara, José de Araujo, disse que ele e Juliano ainda tentam rever a decisão com pedido de liminar. Juliano foi cassado com base na lei da Ficha Limpa porque durante 2002 era vice-presidente da Câmara e assumiu o comando da Câmara pelo período de 13 dias. Naquele exercício, houve pagamento de 13º considerado ilegal pela Justiça.

“O Juliano sofre uma injustiça porque não foi ele quem assinou e determinou o pagamento de 13º salário aos vereadores”, disse Araujo. Juliano também tem alegado que todos os empenhos e a determinação do pagamento foram feitos pelo então presidente Carlinhos Augusto (PT).


No TRE (Tribunal Regional Eleitoral), Juliano conseguiu reverter a cassação do registro por unanimidade (sete votos a zero), mas o Ministério Público recorreu ao TSE, que solicitou novo julgamento.

O juiz eleitoral da cidade, Jairo Oliveira Júnior, explicou que candidato que tem registro indeferido não pode tomar posse até o julgamento final do caso. De acordo com o juiz, caso Juliano não consiga uma decisão favorável na Justiça, deverão assumir apenas 19 vereadores em 1º de janeiro até que aconteça o julgamento do processo previsto para19 de janeiro de 2013.

“Por conta da pendência de um recurso no TRE, enquanto não for definitivamente julgado, a legislação eleitoral não permite um empossamento dos dois vereadores”, afirmou o juiz, ao acrescentar que sua medida visou evitar “transtornos e tumultos”.

No TSE, os 8,5 mil votos obtidos por Juliano já foram anulados até o julgamento do recurso.
O prefeito eleito Carlos Grana saiu em defesa de Juliano e Araújo. “Não sei detalhes jurídicos da decisão, mas é complicado essa incerteza, me sinto incomodado. O Sargento Juliano e o Araújo têm o respaldo popular. Me incomoda a judicialização que estamos vivendo no País”, afirmou Grana.

Oficial - Grana oficializou nesta quarta a advogada Mylene Benjamin Giometti Gamballi  como secretária de Assuntos Jurídicos da Prefeitura. Mylene trabalha como assessora técnica legislativa do gabinete do prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior (PTB) e já atuou no governo da prefeita de São Paulo Marta Suplicy (PT). “Escolhi pelo perfil técnico”, afirmou Grana.

Compartilhe essa notícia
Enviar para um amigo Imprimir Notcia Comentar esta notcia
Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Twitter



Comentários (10)
 
Annimo | 21/12/2012 | 21:16
  MARAVILHA.... O MUNDO NO ACABOU . E o Irmo Metralha Juliano foi Cassado ...e o Ano de Jardim... Araujo ..Tambm foi .... Melhor do que isto ... s o Montorinho(PT) no ser o presidente da Cmara.... a o Calendrio Maia .... cumpriu sua Misso
 
Z do Bon | 20/12/2012 | 21:00
  O Grana ao invs de defender os dois seguidores do Aidan,deveria agradecer ao TSE pela cassao,pois junto l se foi o Bonome (sic!) tambm.
 
Heitor | 20/12/2012 | 18:50
  Triste ver o Grana apoiando os seguidores do aidan. S falta ele entregar uma secretaria para o aidan. Ser que votei errado?
 
O Cidado | 20/12/2012 | 14:45
  No a primeira vez que o Grana defende os seguidores do Aidan, esta esquecendo que ele tem 3 vereadores que o elegeu......GRANA cuidado com as palavras,consulte seus jornalista.
 
Cidado Indignado | 20/12/2012 | 08:38
  O caso das cartas de motorista da Auto Escola Tamoios que foi fechada e os donos presos o que o Sargento tem a dizer hem? Quem vai pagar os prejuzos das pessoas que levaram o calote? O MP deve averiguar direito esta histria, estamos de olho!
 
Cidado Indignado | 20/12/2012 | 08:35
  Que sorte o Aidan teve, os dois pupilos at o final de sua gesto acobertando e apoiando suas trapalhadas, e o Grana que deixe o TSE cumprir seu papel. No puniram os do PT tambm? e este Sargento se for ver averiguar tem mais coisas em ficha suja.
 
Valter | 20/12/2012 | 07:58
  No se trata de judicializao e sim de cumprimento das regras democrticas. Embora tenha sido votado, ficha suja!
 
  Veja todos os comentrios sobre essa matria



Comente esta Notcia
 
Observação: as opiniões aqui publicadas são de responsabilidade apenas de seus autores. Os números de IP dos responsáveis pelos comentários estarão à disposição de vítimas de eventuais ofensas veiculadas neste espaço.

Nome*:
E-mail*: (Seu e-mail não será publicado no site)
Comentário*:
 (Máximo de 250 caracteres - 0)
 
Desejo receber a newsletter com as notícias e informações mais atualizadas sobre o jornal ABCD Maior.
 
* Campos obrigatórios
 

 
Newsletter
Cadastre-se aqui e receba nossa newsletter com informações sobre o jornal ABCD Maior:
 
Jornal ABCD MAIOR

02/09/2014 - Ano 09 - Nº 778
 
ABCD MAIOR AUTOS
Parceiros
 
  Contato | Expediente | Pontos de Distribuição

Jornal ABCD Maior
Travessa Monteiro Lobato, 95 - Centro - S�o Bernardo do Campo - SP - CEP: 09721-140
Fone/Fax: (11) 4930-7450 | Comercial : (11) 4930-7469