10/01/2017 19:04

Servidores da Saúde de S. Caetano decidem sobre greve na quinta

Por: Redação (pauta@abcdmaior.com.br)

Mais de seiscentos servidores terceirizados estão sem receber salários

Por George Garcia

Os 631 trabalhadores da área da saúde de São Caetano, que são ligados à Fundação do ABC, decidem nesta quinta-feira (12/01), se entram em greve. Os servidores estão com salários atrasados desde sexta-feira (06/01) e não há previsão para o pagamento.

De acordo o presidente do Sindisaúde ABC (Sindicato dos Empregados nos Estabelecimentos Privados de Saúde do ABCDMRP), Almir Rogério da Silva, o Mizito, a greve vai ser colocada em votação. “O sindicato vai propor a greve, aí os trabalhadores é que decidirão se vão aguardar em mobilização ou se cruzam os braços”. A assembleia está marcada para as 18h30 em frente ao hospital Maria Braido. Ainda de acordo com Mizito, independente de negociação, a fundação terá que arcar com a multa, em favor dos funcionários, por conta do atraso.

Mizito disse que vai propor greve, a não ser que seja feita proposta de pagamento até esta quinta-feira (12/01). Foto: Andréa Iseki
Mizito disse que vai propor greve, a não ser que seja feita proposta de pagamento até esta quinta-feira (12/01). Foto: Andréa Iseki

O prefeito José Auricchio Júnior (PSDB) demonstrou preocupação com a situação durante a reunião dos prefeitos no Consórcio Intermunicipal, ocorrida na segunda-feira (09/01). “A prioridade desta semana é resolver a questão com a Fundação do ABC. É salário de dezembro, que o pessoal trabalhou e nós temos que pagar, só que não ficou dinheiro em caixa para isso”, resumiu ao ser perguntado sobre dívidas da administração.

Questionada sobre o montante da dívida a assessoria de imprensa da Fundação do ABC, não se manifestou. A prefeitura de São Caetano limitou-se a informar que todos os contratos estão sendo revistos. “A Prefeitura de São Caetano do Sul está passando por um delicado momento em termos de informações financeiras. Como não houve transição de governo, a atual Administração está fazendo um grande levantamento em todas as secretarias e departamentos e tem se deparado com problemas maiores que os esperados. As primeiras medidas estão sendo de contenção de gastos, com cortes e revisão de contratos”, informou a administração em nota.


Leia também:

São Caetano deve R$ 2,5 milhões e servidores seguem sem convênio médico

Empresa Notredame Intermédica suspendeu serviço e só atenderá emergências até dia 29

Auricchio atrasa pagamento e saúde pode ter greve

Prefeito também enfrentou protesto de educadores que reivindicavam pagamento de férias e abono

Por abono, professores fazem panelaço em São Caetano

Representante da Prefeitura recebe manifestantes e diz que pagamento de valores em atraso será feito até sexta

UBSs de Sto.André paralisam atividades nesta sexta, diz sindicato

Duas unidades já paralisaram atendimento nesta quinta por falta de pagamento de salário e 13º

Tags:
saúde são caetano sindicato

Compartilhe essa matéria

Deixe seu comentário

Para participar efetue o login, ou cadastre-se
Observação: as opiniões aqui publicadas são de responsabilidade apenas de seus autores. Os números de IP dos responsáveis pelos comentários estarão à disposição de vítimas de eventuais ofensas veiculadas neste espaço.

{{comments.length||0}} comentários