22/04/2008 00:00

Guaraciaba mais uma vez é pauta em Sto. André

Por: Julio Gardesani (julio@abcdmaior.com.br)

Vereadores vetaram, em primeira discussão, a revogação do projeto que previa extensão para aterro sanitário

A concessão do terreno do Parque Guaraciaba à ampliação do aterro sanitário municipal de Santo André foi revogada em primeira discussão pela Câmara, em sessão realizada nesta terça-feira (22/04). O projeto deverá ser definitivamente ratificado na próxima quinta-feira (24/04).

A área, que já foi apelidada de “tancão da morte”, possui mais de 500 mil metros quadrados e ainda é uma incógnita para município. Há menos de um ano, os vereadores reprovaram o projeto de lei, de autoria do executivo, que concederia o terreno para a construção de um parque de áreas verdes.

“Nós voltamos à estaca zero sobre o destino do Parque Guaraciaba. Como não existe um encaminhamento sobre a questão, iremos propor ao futuro prefeito uma solução para o tema. Pretendo levar a discussão para o programa de governo do pré-candidato Vanderlei Siraque (PT), já que os demais nem sabem do que se trata”, afirmou o líder da bancada do PT, Jurandir Gallo.

O Parque do Guaraciaba foi considerado pelo Plano Diretor do município uma ZEIA (Zona Especial de Interesse Ambiental), o que impossibilitaria a destinação da área para a extensão do aterro, projeto proposto em 1999, antes da formulação do Plano Diretor, de 2004.

“O Guaraciaba é uma discussão histórica em Santo André. Me coloquei a disposição de levar o assunto ao governo Estadual para que juntos possamos encontrar uma solução. É preciso esquecermos o debate partidário sobre esse problema que afeta diretamente a população de Santo André”, garantiu o vereador Paulinho Serra (PSDB).

Zeis - O projeto de lei que altera algumas Zeis (Zonas Especiais de Interesse Social) foi mais uma vez adiado pela Câmara. O motivo: algumas "dúvidas" de vereadores sobre a disposição das áreas, destinadas à construção de habitação popular, ainda não teriam sido esclarecidas, mesmo com a audiência pública realizada na última quinta-feira, pelo secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Nélson Ota.

Compartilhe essa matéria

Deixe seu comentário

Para participar efetue o login, ou cadastre-se
Observação: as opiniões aqui publicadas são de responsabilidade apenas de seus autores. Os números de IP dos responsáveis pelos comentários estarão à disposição de vítimas de eventuais ofensas veiculadas neste espaço.

{{comments.length||0}} comentários