19/12/2016 15:33

Diplomado, Átila diz que vai cortar 3 secretarias e diminuir 20% dos comissionados

Por: Gislayne Jacinto (gislayne@abcdmaior.com.br)

Prefeito eleito de Mauá diz que Prefeitura terá de economizar para cobrir déficit

Diplomado nesta segunda-feira, prefeito de Mauá, Atila Jacomussi, anunciou corte de três secretarias nos primeiros oito meses de governo. Foto: Tiago Silva

Atila Jacomussi (PSB) foi diplomado nesta segunda-feira (19/12) pela Justiça Eleitoral como prefeito de Mauá para o mandato de 2017 a 2020 e já anunciou que nos oito primeiros meses de governo cortará três secretarias para reduzir gastos da prefeitura.

De acordo com o prefeito diplomado, apesar de os números da transição de governo ainda não estarem concluídos, acredita que pelos dados preliminares herdará restos a pagar do atual governo de aproximadamente R$ 300 milhões.

“O atraso com os fornecedores também está entre seis e oito meses. Um exemplo é o contrato de varrição público. A prefeitura não paga há oito meses ”, reclamou.

Par Atila, seu governo terá de tomar medidas para economizar os cofres públicos. O próximo prefeito acrescentou que ainda reduzirá em 20% o número de comissionados e revisará contratos. “Ainda vamos contingenciar (congelar) 30% do orçamento do ano que vem (estimado em R$ 1,2 bilhão)”

O prefeito Atila ainda criticou reajustes em de tarifas promovidas pela administração de Donisete Braga (PT). “Há um presente e grego neste Natal, pois a taxa de iluminação vai aumentar 9%, enquanto a tarifa de água e esgoto em 12 % e a passagem de ônibus também subirá a partir de 31 de dezembro”, disse.

Ao ser questionado ser vai revogar os aumentos, Atila apenas disse que tem de estudar legalmente porque são medidas já tomadas pelo atual governo.

Atila e sua vice-prefeita receberam o certificado oficial de eleitos em Mauá. Foto: Tiago Silva
Atila e sua vice-prefeita receberam o certificado oficial de eleitos em Mauá. Foto: Tiago Silva

Diplomação

Atila foi diplomado nesta segunda pelo juiz eleitoral, Glauco Costa Leite, em cerimônia realizada na Câmara. Os 23 vereadores da cidade e a vice Adelaide Damo (PMDB) também foram diplomados. Quando o juiz chamou o prefeito eleito, ele ajoelhou e fez uma oração antes de revceber o documento.

Compartilhe essa matéria

Deixe seu comentário

Para participar efetue o login, ou cadastre-se
Observação: as opiniões aqui publicadas são de responsabilidade apenas de seus autores. Os números de IP dos responsáveis pelos comentários estarão à disposição de vítimas de eventuais ofensas veiculadas neste espaço.

{{comments.length||0}} comentários