19/04/2012 00:00

Depois dos uniformes, mochilas também serão entregues com atraso em Sto.André

Por: Gislayne Jacinto (gislayne@abcdmaior.com.br)

Prefeitura revoga licitação por entender que empresa vencedora não atendeu quesito qualidade


A Prefeitura de Santo André revogou nesta quinta-feira (18/04) licitação para a compra de mochilas para alunos. De acordo com a assessoria de imprensa do governo do prefeito Aidan Ravin (PTB), a empresa vencedora não atendeu ao quesito qualidade. A revogação deverá atrasar ainda mais a entrega do produto aos estudantes.

A administração não informou quantas mochilas vai adquirir e nem qual o custo da respectiva aquisição e quando fará a entrega.

Os 34 mil uniformes aos alunos também não foram entregues, apesar de o governo ter afirmado que a distribuição dos kits escolares ocorreria em meados de abril deste ano, o fato ainda não aconteceu.

A licitação foi aberta em janeiro de 2012 e concluída somente no fim de fevereiro, sendo o contrato assinado em 6 de março. Quem venceu a licitação foi um Consórcio formado por duas empresas: Doualto e G8. Dos 34 mil estudantes, 2,5 mil ingressaram neste ano na rede de ensino e, portanto, não tinham nem o uniforme de 2011 para usar.

O atraso na entrega causou muita polêmica na Câmara e aprovação de requerimentos de informações ao governo do prefeito Aidan Ravin (PTB). O governo argumenta que o atraso ocorreu devido à licitação que só iniciou em janeiro deste ano. Em outras cidades da Região, como São Bernardo, São Caetano e Diadema, as administrações já efetuaram a entrega dos kits escolares.

São Bernardo foi a primeira a entregar. O prefeito Luiz Marinho (PT) fez a distribuição em dezembro de 2011, junto com material escolar. Foram beneficiados 85 mil alunos. A administração também entregou uniformes para estudantes do EJA (Educação de Jovens e Adultos). O investimento totalizou R$ 30,4 milhões. Desse total, R$ 11,9 milhões se referem aos materiais escolares e R$ 18,5 milhões à compra dos uniformes.

O governo do prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior (PTB), também distribuiu 28 mil alunos na cidade. O custo do dos kits somaram R$ 3,2 milhões.

Em Diadema, a entrega se deu de fevereiro a março. Foram 32 mil kits de uniforme e material escolar para alunos da rede municipal de ensino, que custaram R$ 6,8 milhões.

Em Santo André, os kits de uniformes conterão uma calça, duas bermudas, duas camisetas regatas para educação física, um camisetas polo, uma blusa de inverno, dois pares de meia e um par de tênis.

Compartilhe essa matéria

Deixe seu comentário

Para participar efetue o login, ou cadastre-se
Observação: as opiniões aqui publicadas são de responsabilidade apenas de seus autores. Os números de IP dos responsáveis pelos comentários estarão à disposição de vítimas de eventuais ofensas veiculadas neste espaço.

{{comments.length||0}} comentários