09/01/2017 17:25

Toninho Cecílio diz que Ramalhão ‘perde’ apenas dos grandes

Por: Antonio Kurazumi (kurazumi@abcdmaior.com.br)

Técnico promete time mais ofensivo no Paulistão e assume responsabilidade: “Se vai fazer grande campanha, depende de mim”

Um dos principais responsáveis pela volta do Santo André à elite do Campeonato Paulista, o técnico Toninho Cecílio continua em 2017 e assume a responsabilidade pelo trabalho atual. Mesmo com pouco tempo de preparação do time, o ex-jogador não esconde a confiança e diz que o Ramalhão está aquém apenas aos quatro grandes do Estado.

Toninho Cecílio está confiante com novo elenco do Santo André e promete time mais agressivo no Paulistão. Foto: Tiago Silva

A diretoria contratou 11 reforços, entre eles o lateral-direito Cicinho, o meia Eduardo Ramos e os atacantes Henan e Claudinho, que pertence ao Corinthians.

“Em termos de estrutura física, nós só perdemos para os grandes pelo que conheço dos clubes do interior. Estamos iguais em termos de elenco. Estamos bem posicionados neste momento, com grupo forte e consistente”, analisou o técnico, que nas próximas duas semanas tem período de preparação em Vargem, interior de São Paulo. “Temos condições de competir de igual para igual com os outros. Reconheço que estou satisfeito com o trabalho da diretoria e os jogadores que estão aqui. Se vai fazer grande campanha, vai depender de mim, do meu trabalho e das escolhas que eu fizer”, acrescentou.

Em conjunto com os dirigentes, Toninho optou por atletas experientes na hora de ir ao mercado - que vão se juntar aos nomes formados na base. Para o técnico, foi a escolha ideal devido ao formato do Paulistão, com apenas 12 partidas na primeira fase. “Em um campeonato curto, não há problema de ter equipe experiente, a carga de esforço é reduzida”, opinou o comandante, reconhecendo que o tempo reduzido de preparação (o clube não iniciou os treinos em dezembro por questões financeiras) também pesou na contratação dos experientes. “A adaptação deles é mais rápida, já jogaram com vários treinadores e experimentaram vários sistemas táticos.”

Com estreia prevista para 5 de fevereiro, contra o Ituano no Bruno José Daniel, Toninho promete time mais ofensivo no Paulistão. Durante a A-2 de 2016, o Santo André subiu e foi campeão graças ao desempenho na marcação. Raramente foi vazado desde a chegada do técnico, durante o campeonato.

“Estou pensando na equipe (montagem). Se vai focar na parte ofensiva ou defensiva… tenho que preparar para as duas situações. Como participei desde o início da montagem, tenho convicção que posso ter atitude mais ofensiva pelas características dos jogadores. Peguei o time no meio da A-2 (em 2016) e tive de fazer o que era necessário”, comparou Toninho, antes de seguir no raciocínio. “Tenho mais opções agora. Com o grupo que tenho, dá para se impor em campo. O futebol moderno é um bloco só, com todos participando ofensivamente e defensivamente. Precisa ter equilíbrio, e temos atletas com condições de agredir o adversário e marcar bem.”


Leia também:

Santo André renova patrocínio e apresenta elenco do Paulistão

Hospital Brasil dá sequência à parceria e estampará camisa do clube, que está confiante para o Estadual

Tags:
futebol futebol regional ramalhao ramalhão santo andré ec santo andré

Compartilhe essa matéria

Deixe seu comentário

Para participar efetue o login, ou cadastre-se
Observação: as opiniões aqui publicadas são de responsabilidade apenas de seus autores. Os números de IP dos responsáveis pelos comentários estarão à disposição de vítimas de eventuais ofensas veiculadas neste espaço.

{{comments.length||0}} comentários