09/01/2017 18:54

Pogba de Diadema! Conheça o craque do Água Santa na Copinha

Por: Antonio Kurazumi (kurazumi@abcdmaior.com.br)

Pedro Henrique já foi zagueiro, virou volante e, com passadas largas e chegada na área, se transformou em artilheiro

Com um futebol coletivo, o Água Santa encheu os olhos de quem gosta de futebol na primeira fase da Copinha e foi impossível não notar um negro alto, com passadas largas e chegadas frequentes ao ataque. O físico e o estilo de jogo lembram Paul Pogba, astro francês do Manchester United e seu ídolo declarado. O nome em questão é Pedro Henrique, volante do Netuno que já marcou dois gols na atual edição da Copa São Paulo e confirmou o status de uma das principais promessas do Netuno.

Em dois jogos disputados na Copinha, volante Pedro Henrique marcou dois gols e chamou a atenção pela qualidade. Foto: Andris Bovo

Se hoje tem um futuro promissor, o jovem não era ninguém no futebol quando apareceu para um teste no clube de Diadema há cerca de três anos. Trazia apenas a importante vivência do futsal, do qual disse que cresceu e ficou sem mobilidade. Naquela época, passou no teste e integrou o sub-17 do Água. Mas havia um porém nessa história. A contragosto, foi posicionado como zagueiro na primeira temporada.

“Cheguei de volante, só que virei zagueiro porque falavam que eu era alto e saia bem para o jogo. Às vezes pediam para eu dar chutão e eu não tinha essa característica. Até que em uma partida contra o Juventus pedi para atuar de volante, aí fiz um gol e dei um passe. Nunca mais voltei para a zaga”, recorda Pedro Henrique, que atualmente tem 19 anos e é o capitão do Netuno.

De fato, o volante não é artilheiro de agora. No Paulista sub-20 de 2015, por exemplo, marcou oito gols. Impressionou tanto na base que recebeu uma chance no profissional no ano passado, durante o Paulistão. A ironia na história é que, dos sete jogos em que foi escalado, por seis vezes foi deslocado para a lateral-direita. “O Márcio (Ribeiro, ex-técnico) me levou para o profissional porque precisava de um volante para compor o treino. Fui bem e fiquei.”

De volta ao time de juniores, depois de disputar a Copa Paulista, Pedro Henrique tem convicção que melhorou taticamente depois de trabalhar com o alemão Thomas Federspiel, responsável pelas categorias de base do Água Santa, e o treinador Cristian de Souza.

“O Thomas, por ser alemão, é mais rígido, cobra bastante de mim por eu ser o mais velho, e o Cristian só temos a agradecer, não foi fácil acertar a equipe em pouco tempo. Começamos tarde os treinos”, enfatizou o volante, entrando em detalhes sobre Cristian. “Ele pede que compacte bastante o time, gosta que um volante faça a cobertura do outro. Tinha outra visão antes de trabalhar com ele, de sair correndo com a bola, o que é normal na idade. Aprendi a jogar taticamente, em grupo, não só com ele, mas com o Douglas Neves também (ex-treinador do sub-20). Não sabia de nada quando cheguei aqui”, completou.

Individualmente, a inspiração de Pedro Henrique é Pogba, um dos grandes nomes do futebol mundial. “Admiro muito e procuro fazer igual a ele, até pelo tamanho. Assisto bastante as partidas dele. É alto, volante, tem chegada no ataque”, enumera o jogador, que também tem como referência Patrick Vieira, outro francês - mas que já se aposentou.

Sobre o futuro, o capitão do Água Santa espera ter uma nova chance no profissional ou até atuar em outra equipe após a Copinha e garante que não perde o foco no futebol porque “deixa tudo” na mão dos seus parentes. “Só quero pensar em jogar”, diz o Pogba de Diadema.

Serviço

Pedro Henrique e o Água Santa voltam a campo nesta quarta-feira (11/01) pela Copa São Paulo, quando enfrentará o Estanciano (SE) já pelo mata-mata. A partida está marcada para as 16h30, no Inamar.


Leia também:

Com direito a show, Água Santa vence de novo e se classifica

Time de Diadema apresenta futebol moderno, conquista mais uma vitória e avança na Copinha

Tags:
futebol futebol regional copinha diadema aguasanta

Compartilhe essa matéria

Deixe seu comentário

Para participar efetue o login, ou cadastre-se
Observação: as opiniões aqui publicadas são de responsabilidade apenas de seus autores. Os números de IP dos responsáveis pelos comentários estarão à disposição de vítimas de eventuais ofensas veiculadas neste espaço.

{{comments.length||0}} comentários