20/04/2017 10:22

Futebol de várzea inaugura nova iluminação do Bruno Daniel

Por: Marcelo Mendez (marmendez038@gmail.com)

Estádio finalmente volta a ter iluminação para jogos noturnos. E não é qualquer iluminação

Com quatro torres do que há de mais moderno em se tratando do assunto o estádio onde o Ramalhão manda seus jogos passa a ter uma estrutura que nunca teve em idos tempos. Foto: Andris Bovo

O estádio Bruno José Daniel não era música do Vinicius de Moraes, mas também era uma casa que era engraçada, que não tinha teto, não tinha nada e antes também não tinha luz; A noite nada se via e em tardes curtas de inverno, aquelas tardes em que o anoitecer chega cedinho, pouco se enxergava pelos cantos da cancha. Mas os escuros acabaram.

Reaberto em 2014, após reformas de vestiários e interiores, em 2017 o Brunão finalmente volta a ter iluminação para jogos noturnos e não é qualquer iluminação. Com quatro torres do que há de mais moderno em se tratando do assunto o estádio onde o Ramalhão manda seus jogos passa a ter uma estrutura que nunca teve em idos tempos, nesse assunto.

“Eu venho no estádio Bruno Daniel há pelo menos 35 anos e não me recordo de ver o estádio tão bonito assim. Tudo bem que não tem mais a parte das cadeiras aqui, onde tinha a marquise, mas esse espaço de arquibancadas está bem bacana. Agora com essa luz toda então, nossa, tá uma coisa maravilhosa”, conta Emídio Roberto Tavares, 59 anos, morador de Santo André e torcedor do Ramalhão. Seguindo o clima das efusividades da noite, a cancha recebeu a várzea para fazer os devidos testes.

Seleções de Santo André e Uniligas se enfrentaram em jogo teste onde tudo transcorreu da melhor maneira possível. E na primeira partida, em um duelo recheado de craques como João Paulo (ex-Guarani, Bari da Itália e Seleção Brasileira), Ezequiel (ex-Corinthians), Bigú (ex-Flamengo, Santo André), Bona e Arnaldinho (ex-Santo André anos 80), tiveram a honra de abrir a rodada.

“Estamos contemplando a várzea e não só hoje. Temos um projeto de revitalização de 12 campos distritais e já estamos entregando o primeiro, o campo do Colorado na Vila Luzita, que será uma praça para a prática de esportes voltada para o uso da comunidade. No caso do Bruno Daniel, também pensamos em estruturá-lo para ser uma arena multiuso equipada não apenas para o futebol, mas, para receber shows e outros esportes. Agora isso começa a ser possível”, disse o prefeito Paulo Serra, que após a entrevista foi rapidamente para os vestiários do estádio.

Na volta ao campo, devidamente trajado, de camisa 10 às costas, o mandatário municipal jogou para o time da seleção de Santo André e foi bem. Canhoto, correndo pelos atalhos, acertando bons passes, o prefeito se viu a vontade em campo.

Na noite iluminada em que tudo foi festa no Bruno Daniel, o futebol de várzea da cidade fez com todo mundo fosse igual dentro do campo. Como de fato devem ser. Coisas do futebol de várzea.


Tags:
estádio bruno daniel iluminação santo andré futebol

Compartilhe essa matéria

Deixe seu comentário

Para participar efetue o login, ou cadastre-se
Observação: as opiniões aqui publicadas são de responsabilidade apenas de seus autores. Os números de IP dos responsáveis pelos comentários estarão à disposição de vítimas de eventuais ofensas veiculadas neste espaço.

{{comments.length||0}} comentários