19/04/2017 18:01

Peça ‘Aeroplanos’ reflete sobre a chegada da velhice

Por: Marina Bastos (marina@abcdmaior.com.br)

Montagem com Antonio Petrin e Roberto Arduin ficará em cartaz no Teatro Municipal de Santo André

Na peça, os dois amigos superam as barreiras da idade quando se tornam dois 'aeroplanos'. Foto: Divulgação

A solidão, o medo da morte e a perda da independência são alguns dos assuntos que permeiam a conversa de dois idosos em Aeroplanos, comédia que será apresentada neste sábado (22/04), no Teatro Municipal de Santo André.

Na peça, os velhos amigos Cristo e Chico, que chegaram juntos aos 75 anos, identificam um momento um tanto melancólico: enquanto um lida com uma possível enfermidade, ou outro é internado em um asilo por sua família, que está prestes a se mudar para outro País. A solidão e a perspectiva da morte são encaradas de frente, exigindo atitudes, dado que “a eternidade está no minuto que vivemos”, como filosofa um dos personagens.

Apesar do cenário aparentemente desesperançoso, o tema da velhice é tratado com bom humor. Brincando, os dois amigos superam e quebram as regras. Tomam um avião, um “aeroplano” em suas fantasias, e decidem dar uma volta ao mundo. Finalmente convertidos em “aeroplanos”, se entrecruzam as cenas esquecidos de tudo e felizes.


Velhos Protagonistas

O espetáculo compõe o projeto 'Velhos Protagonistas', de Antonio Petrin. Foto: Divulgação
O espetáculo compõe o projeto 'Velhos Protagonistas', de Antonio Petrin. Foto: Divulgação

O espetáculo Aeroplanos, foi escrito pelo argentino Carlos Gorostiza e adaptado por Antonio Petrin, que, ao lado de Roberto Arduin, compõe o elenco dirigido por Ednaldo Freire. A peça compõe o terceiro espetáculo do projeto Velhos Protagonistas, que se iniciou quando Antonio Petrin completou trinta e cinco anos de carreira profissional.

Na época, com 62 de idade e mais da metade de sua vida dedicada ao teatro, cujo repertório sempre esteve comprometido com obras de conteúdo humanitário, o ator resolveu comemorar essa longa jornada com um texto que pudesse marcar esse momento.

A peça escolhida foi A Última Gravação de Krapp, de Samuel Beckett. Montado em 2000 com recursos próprios, o espetáculo retrata um homem na sua absoluta solidão, que, ao completar 69 anos, ouve em um antigo gravador de rolo seu áudio de 30 anos atrás.


Serviço

Espetáculo ‘Aeroplanos’

Sábado (22/04), a partir das 20h30, no Teatro Municipal de Santo André (praça 4o Centenário, s/n).

Ingressos: de R$ 20 a R$ 40, à venda na porta na bilheteria do Teatro. Ou online na Bilheteria Express.

Informações: 4433-0786.


Tags:
teatro lazer cultura santo andré

Compartilhe essa matéria

Deixe seu comentário

Para participar efetue o login, ou cadastre-se
Observação: as opiniões aqui publicadas são de responsabilidade apenas de seus autores. Os números de IP dos responsáveis pelos comentários estarão à disposição de vítimas de eventuais ofensas veiculadas neste espaço.

{{comments.length||0}} comentários