18/04/2017 16:44

Em peça, artistas em crise apelam para pornografia e melancia

Por: Redação (pauta@abcdmaior.com.br)

Trabalho da Cia. Monstro estará em cartaz no Sesc Santo André até maio

Na peça, quatro artistas em crise apelam para a pornografia para tentar faturar algum dinheiro. Foto: Divulgação
Na peça, quatro artistas em crise apelam para a pornografia para tentar faturar algum dinheiro. Foto: Divulgação

Há quem associe a maneira como mantemos as relações sociais no dia a dia à lógica do consumo capitalista: somos alimentados por uma sensação de que nunca estamos satisfeitos com nossos desejos, tornando descartáveis coisas e pessoas.

É baseada nessa crítica de precariedade que a montagem teatral Melancia, da Cia. Monstro, que estreia nesta sexta-feira (21/04) no Sesc Santo André e fica em cartaz na unidade até 12 de maio, conduz seu enredo. Nele, quatro artistas passam por um período turbulento de crise e se veem obrigados a se reinventar para criar uma obra de sucesso.

No entanto, eles quase não possuem recursos para produzir. E nada do que produzem vende. É quando eles decidem, então, focar o tema na crise hídrica e substituem a água por melancia, transformando-a num fetiche de consumo. Mas o fracasso de ideias faz com que eles apelem para a pornografia.

Dirigido por Victor Mendes, o espetáculo é inspirado no filme O Sabor da Melancia, do cineasta malaio Tsai Ming-Liang, e conta, ainda, com projeções e movimentos da dança contemporânea como recursos para aprimorar a estética do trabalho. A proposta é iniciar um diálogo que permita que o público possa enxergar como são superficiais essas conexões, a ponto de se tornarem pornográficas.


Serviço

Espetáculo Melancia, com a Cia. Monstro

De 21 de abril até 12 de maio no Sesc Santo André (rua Tamarutaca, 302,Vila Guiomar). Sextas-feiras às 21h; sábados, às 20h; e domingos, às 19h.

Ingressos: De R$ 6 até R$ 20.

Informações: 4469-6900.


Tags:
teatro santo andré

Compartilhe essa matéria

Deixe seu comentário

Para participar efetue o login, ou cadastre-se
Observação: as opiniões aqui publicadas são de responsabilidade apenas de seus autores. Os números de IP dos responsáveis pelos comentários estarão à disposição de vítimas de eventuais ofensas veiculadas neste espaço.

{{comments.length||0}} comentários