22/01/2015 00:00

Clube de Autores garante liberdade para novos escritores

Por: Marina Bastos (marina@abcdmaior.com.br)

Site nacional criado há quatro anos permite que escritores publiquem seus livros sem custos; impressão acontece sob demanda

 

A internet trouxe autonomia para artistas independentes. Através da web, artistas de diversas linguagens divulgam seu trabalho e destituem gravadoras e editoras do poder absoluto de decidir quem conquistará um espaço no cenário cultural. Endossando as novas possibilidades de atuação está o Clube de Autores, site que permite a publicação gratuita de livros de forma 100% sob demanda. Ou seja, o autor pode “subir” seu livro, determinar quanto deseja ganhar por venda e disponibilizá-lo na loja sem custo algum. 

De acordo com Ricardo Almeida, um dos sócios e idealizadores do site, foram as dificuldades em publicar um livro que inspiraram a criação da plataforma, já que também é escritor. “Até pouco tempo, o autor tinha duas opções: ou oferecia sua obra a uma editora na expectativa que a publicação fosse ‘bancada’, ou desembolsava até R$ 10 mil para imprimir cerca de mil livros.”

Há quatro anos no mercado editorial, o Clube de Autores contabiliza 28 mil autores, um acervo de aproximadamente 40 mil títulos e já vendeu cerca de 350 mil exemplares. “Como a venda é por demanda não temos estoque. Quando alguém faz a compra do livro online no site ou em alguma das lojas parceiras como Amazon ou Apple, encaminhamos o pedido para a gráfica e a obra é entregue diretamente na casa do comprador”, explicou Almeida.

Para ele, a grande vantagem para o escritor, além da economia, é a transparência. “Podemos indicar editores, revisores, tradutores e tudo o mais o que o autor precisar, mas é ele quem decide tudo e administra seus ganhos.”

O Clube dos Autores publica sobre os assuntos mais variados. “Não temos critério e nem oferecemos crivo algum, jamais imporia meu gosto pessoal ou tendência de mercado, pois daí já não seríamos o que nos propusemos a ser, uma plataforma de autopublicação.” 

Quem tem o sonho de ver seu nome estampado na capa de um livro –seja ele em papel ou PDF –, basta acessar clubedeautores.com.br e submeter seu livro. Escritores do ABCD já estão se aventurando.

Ex-metalúrgico ganha a web com poemas filosóficos
O metalúrgico aposentado José Carlos Gueta tem familiaridade com plataformas de publicação online. O morador de Santo André, também conhecido como “poeta do ABC”, lançou cinco livros através do Clube de Autores, todos de poemas. “Conheci o Clube de Autores pesquisando na internet e expandi minha atuação na literatura. Hoje não apenas escrevo como também ajudo outros escritores que querem publicar suas obras fazendo o trabalho de preparador de textos”, contou.

Impulsionada pela atemporalidade e território sem limites da internet, a poesia de Gueta alçou altos voos. No site Recanto das Letras, que reúne todo tipo de produção literária –de romances a trabalhos acadêmicos– estão hospedadas 900 poesias do autor andreense, além de 46 gravadas em áudio. O mesmo número de poesias está no site Word Art Friends, dedicado à literatura, fotografia, vídeos e outras linguagens. Esse espaço virtual recebe material de pessoas do mundo todo e, entre mais de 8 mil autores, Gueta está está entre os 20 mais ativos.

O escritor trabalhou por quase 40 anos na Pirelli de Santo André. Quando o torneiro mecânico abandonou o posto no chão de fábrica, foi para a área de planejamento e desenho, e lá, mesmo diante do ofício por vezes burocrático, não conseguia deixar de pensar em poesia. “Uma vez a fábrica recebeu um prêmio, fui o orador na entrega e aproveitei para declamar uma poesia.”

Seus escritos são filosóficos. “Gosto de escrever sobre o amor fraternal, universal, sem me limitar ao amor romântico”, disse. 

Mas nem sempre foi assim... Há mais de três décadas o “poeta do ABC” teve uma namoradinha de Santo André. O namoro não vingou “porque ela era muito novinha, aconselhei-a a curtir a vida”, mas rendeu uma série de poemas. Recentemente a namoradinha surgiu no Facebook de Gueta e eles marcaram um encontro pessoalmente. Gueta resgatou os poemas da gaveta, plastificou e entregou em mãos para o antigo amor de juventude. É que tem coisas que a internet ainda não dá conta... 

 

Compartilhe essa matéria

Deixe seu comentário

Para participar efetue o login, ou cadastre-se
Observação: as opiniões aqui publicadas são de responsabilidade apenas de seus autores. Os números de IP dos responsáveis pelos comentários estarão à disposição de vítimas de eventuais ofensas veiculadas neste espaço.

{{comments.length||0}} comentários