24/05/2009 00:00

Parque Imigrantes está isolado

Por: Carol Scorce (carol@abcdmaior.com.br)

Bairro foi esquecido com as obras do trecho Sul do Rodoanel

O Parque Imigrantes, em São Bernardo, está praticamente isolado. As obras do trecho Sul do Rodoanel Mário Covas, que bloquearam o acesso ao km 26 da rodovia dos Imigrantes pela estrada Galvão Buenos, distanciaram o bairro dos vizinhos Jardim Represa, Los Angeles, Royal Parque, Nova Canaã e Vila Uiriçaba. O local, que já foi considerado zona rural e não tem infraestrutura básica, agora está agora ainda mais longe dos centros comerciais.

O caminho feito de carro ou ônibus pelos moradores até o Jardim Represa antes das obras era de dois quilômetros. Hoje, para chegar ao bairro vizinho, é necessário percorrer 12 quilômetros. “Nós não temos farmácia, posto de saúde, um bom supermercado. Tudo sempre foi feito no centro do Jardim Represa e agora não dá mais” conta o presidente da Associação Amigos de Bairro, Vilmar Ananinas de Souza.

Além da falta de acesso a serviços básicos da comunidade, os moradores também sofrem com a falta de linhas no transporte público. De acordo com a Associação, os moradores utilizavam linhas de ônibus dos bairros vizinhos, que passavam próximas as suas residências. Após a obra, o acesso ficou restrito apenas à linha que atende o Parque Imigrantes. Chego a ficar uma hora no ponto de ônibus esperando. Antes eu podia pegar mais quatro linhas”, contou o operário Cristoval dos Santos, 32 anos. Santos trabalha em uma empresa do bairro que foi desapropriada.

Outras reclamações foram apontadas pelo conselheito de saúde local, Arlindo Araújo Dutra, 43 anos. De acordo com o conselheiro, vans que transportavam crianças que estudam fora do bairro deixaram de passar nas casas devido à distância. “Não compensa para os motoristas, eles têm horário”, comenta. A escola municipal Waldemar Canciani, que fica no início da única entrada e saída do Parque Imigrantes, na rua Mato Grosso, é agora vizinha de um canteiro de obras do trecho Sul do Rodoanel e mais uma das muitas reclamações dos moradores. A unidade sofre com a poeira e o barulho das máquinas.

A Associação já realizou, desde o início do ano, três manifestações no bairro. A Dersa (Desenvolvimento Rodoviário) já foi solicitada pelos moradores em inúmeras ocasiões e, de acordo com Souza, nunca retornou. A Dersa informou à reportagem que o bairro não ficou isolado, já que o trevo do bairro Batistini foi deslocado e já está disponível para a população, e que está dialogando com a Prefeitura de São Bernardo para viabilizar a construção de um viaduto entre o Parque Imigrantes e Jardim Represa. A empresa ainda informou que as vias que estão sendo usadas hoje para o tráfego da obra serão totalmente recuperadas após a utilização.

Compartilhe essa matéria

Deixe seu comentário

Para participar efetue o login, ou cadastre-se
Observação: as opiniões aqui publicadas são de responsabilidade apenas de seus autores. Os números de IP dos responsáveis pelos comentários estarão à disposição de vítimas de eventuais ofensas veiculadas neste espaço.

{{comments.length||0}} comentários