30/07/2012 00:00

MTST negocia moradias definitivas em Sto André

Por: Carol Scorce (carol@abcdmaior.com.br )

Prefeitura ainda não recebeu sem-tetos para falar da compra do terreno ocupado

 

Há cinco meses acampados no Jardim do Estádio, em Santo André, as mais de mil famílias do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto) têm até as primeiras semanas de setembro para concluir as negociações com a Prefeitura, Caixa Econômica Federal, Ministério das Cidades e com o proprietário da área.

A coordenadora estadual do movimento Rosa Scaquetti afirma que as conversas com o governo federal estão avançadas, e que há linhas de crédito disponíveis para que os sem-teto possam construir moradia definitiva no local. Mas, para isso, a secretaria de Habitação do município precisa negociar a compra do terreno ocupado com o dono da área, o que ainda não aconteceu.

“O valor da área é de cerca de R$ 30 o metro quadro, o que é muito caro. Precisamos que a Prefeitura entre na briga também. Há a possibilidade com eles essa semana. Mas se isso não avançar, ai teremos que avaliar novas ações”, disse a coordenadora.  

Compartilhe essa matéria

Deixe seu comentário

Para participar efetue o login, ou cadastre-se
Observação: as opiniões aqui publicadas são de responsabilidade apenas de seus autores. Os números de IP dos responsáveis pelos comentários estarão à disposição de vítimas de eventuais ofensas veiculadas neste espaço.

{{comments.length||0}} comentários